Limoeiro
+17...+28° C

Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Style2

Foto: João Tavares
A Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, que acontecerá entre os dias 30 de março e 7 de abril, é um mega espetáculo teatral realizado há 44 anos no agreste pernambucano, na cidade do Brejo da Madre de Deus, a 180 Km do Recife. A beleza e grandiosidade do espetáculo, realizado dentro de uma cidade teatro cercada por majestosas muralhas de pedra, já atraiu um público de mais 3 milhões de pessoas.

Encenada em nove palcos plateia, a peça conta a história de Jesus desde o sermão da montanha até a sua crucificação, ressurreição e ascensão ao céu. Recheado de efeitos especiais e com um rico figurino, a peça impressiona e emociona os expectadores ao longo de cerca de 2 horas e meia de apresentação.

Realizada pela Sociedade Teatral de Fazenda Nova, a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, este ano, apresentará no papel principal o ator pernambucano José Barbosa que contracenará com os atores globais Caco Ciocler (Judas), Larissa Maciel (Maria), Mouhamed Harfouch (Herodes) e Ellen Roche (Herodíades). Também figuram no elenco os artistas pernambucanos Wilma Gomes (Madalena) e Ricardo Neves (Pilatos). Ao todo são 550 atores e figurantes. O espetáculo tem a direção artística de Carlos Reis e Lúcio Lombardi.

Outra novidade da temporada 2012 será o novo sistema de iluminação cênica que colocará a Paixão de Cristo da Nova Jerusalém no rol dos mais bem iluminados espetáculos do mundo. Além disso, novos efeitos especiais serão introduzidos no espetáculo, imprimindo ainda mais realismo às cenas dos demônios, do enforcamento de Judas e da flagelação de Jesus. Para realizar esse trabalho, foram contratados técnicos de alto nível que já desenvolveram inúmeros projetos nessa área para a Central Globo de Produções. Além dos novos efeitos especiais, a direção do espetáculo investiu também na renovação geral das 800 peças que compõem os figurinos e adereços do espetáculo.

Ator pernambucano estreia no papel de Jesus - Após dez anos, a Paixão de Cristo da Nova Jerusalém voltará a ter um ator pernambucano vivendo o papel de Jesus. Será José Barbosa, ator bastante conhecido do público local. A experiência não é de todo nova para ele, uma vez que, em 2010, na qualidade de ator ‘stand - in’, interpretou brilhantemente o papel de Jesus em substituição ao global Eriberto Leão que foi obrigado a estar no Rio de Janeiro para receber o troféu de melhor ator da televisão de 2009, no palco do programa do Faustão. Para a tarefa de assumir, agora como titular, a responsabilidade de viver o papel do Filho de Deus, não faltarão a José Barbosa o talento e a qualificação técnica necessária ao trabalho que se lhe impõe.

Como sempre vem acontecendo, nos últimos anos, o elenco da Paixão, além de reunir o que há de melhor entre atores e atrizes que fazem a cena regional, irá contar com destacados intérpretes de renome nacional em alguns dos principais personagens. Para o papel de ‘Maria’, a Mãe de Jesus, todos terão a chance de ver a extraordinária atriz da Central Globo de Produções, a talentosa Larissa Maciel, inesquecível intérprete da cantora Maysa, na mini-série de igual nome exibida pela Rede Globo.

Caco Ciocler, super talentoso ator do teatro, cinema e televisão do Brasil, irá desempenhar o papel do atormentado discípulo de Jesus – ‘Judas de Keriot’. O ‘Rei Herodes’, será vivido por Mouhammed Harfouch, (quem não se lembra dele no atrapalhado ‘turco’ – ou ‘libanês’, que tinha três mulheres na trama de “Cordel Encantado”?). Em 2012, Herodes terá como sua companheira a atriz Hellen Roche (a explosiva loira Valéria de “O Astro”), que viverá o papel de ‘Herodíades’

É preciso ver para crer - Os textos, vídeos e fotos procuram descrever o espetáculo, mas, como os próprios espectadores reconhecem, só mesmo assistindo in loco é possível se ter a idéia real de toda a sua grandiosidade e emoção. Como diz o adágio popular: É preciso ver para crer.

A cada noite, durante os nove dias de apresentações, o espetáculo comove platéias de mais de oito mil pessoas. Na Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, o público acompanha cada passo de Jesus e seus seguidores. Em 2011, a encenação alcançou o marco de já ter sido assistida por mais de três milhões de pessoas de todas as partes do Brasil e do mundo.

A cidade teatro é um capítulo à parte. Com área correspondente a um terço da área murada da Jerusalém dos tempos de Jesus, construída em meio à paisagem árida do Agreste nordestino, a Nova Jerusalém, há mais de 40 anos, vem entusiasmando a todos que a visitam, os quais se sentem transportados no tempo e no espaço, até a antiga Jerusalém dos tempos da dominação romana, nos anos 30 da era cristã.

A paisagem que envolve a cidade-teatro, muito semelhante à da Judéia, aumenta ainda mais a beleza e a emoção das cenas. A grande história de fé, esperança e emoção é contada por 550 atores e figurantes em nove monumentais palcos–platéias, com cenários grandiosos, como o Palácio de Herodes, o Fórum de Pilatos, o Templo de Jerusalém e o Cenáculo.

Durante o espetáculo, o realismo que brota nas cenas, na fisionomia e nos trajes dos personagens, faz com que todos os que assistem à peça teatral deixem de ser meros espectadores. Sob o céu estrelado do Agreste, na companhia de um luar de sonho, típico das noites dessa região, o público inevitavelmente se confunde com os figurantes.

As pessoas passam a ser coadjuvantes das cenas que se desenrolam nos palcos da famosa cidade-teatro. Cada um se sente como se fosse alguém do povo que um dia seguiu os passos de Jesus em terras da Palestina, há dois mil anos. Tudo isso faz da Paixão de Cristo da Nova Jerusalém uma oportunidade única de vivenciar a mais emocionante história da humanidade.


Paixão de Cristo, mais de 60 anos de história. - O espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, na verdade, teve sua origem nas encenações do Drama do Calvário, realizadas nas ruas da vila de Fazenda Nova, Pernambuco, no período de 1951 a 1962, graças à iniciativa do patriarca da família Mendonça, o comerciante e líder político local Epaminondas Mendonça.

Depois de ter lido em uma revista de variedades como os habitantes da cidade de Oberammergau, na Baviera alemã, encenavam a Paixão de Cristo, Mendonça teve a idéia de realizar um evento semelhante durante a Semana Santa a fim de atrair turistas e, assim, movimentar o comércio do lugar.

 Os primeiros espetáculos da pequena vila contavam com a participação apenas de familiares e amigos dos Mendonça. Com o passar dos anos, as encenações começaram a atrair atores e técnicos de teatro do Recife e a Paixão começou a ganhar fama e notoriedade em todo o estado. Fazenda Nova, vila do município do Brejo da Madre de Deus, onde aconteceram essas primeiras encenações, fica bem próxima ao local onde hoje se situa a cidade teatro de Nova Jerusalém.

A idéia de construir um teatro que fosse como que uma pequena réplica da cidade de Jerusalém para que nela ocorressem as encenações da Paixão foi de Plínio Pacheco que chegou a Fazenda Nova em 1956. Mas o plano só veio a se concretizar em 1968, quando foi realizado o primeiro espetáculo na cidade teatro de Nova Jerusalém. Desde então, já são 44 anos de apresentações ininterruptas dentro das muralhas, atraindo espectadores de todo o Brasil e do mundo.

 O maior teatro ao ar livre do mundo é uma cidade teatro com 100 mil metros quadrados, o que equivale a um terço da área murada da Jerusalém original, onde Jesus viveu seus últimos dias. É cercada por uma muralha de pedras de quatro metros de altura e com 70 torres de sete metros cada uma. No seu interior, nove palcos-platéias reproduzem cenários naturais, arruados e palácios além do Templo de Jerusalém, constituindo obras monumentais, concebidas por vários arquitetos e cenógrafos nordestinos e pelo gênio do seu fundador Plínio Pacheco.
Por: Mauro Gomes - Jornalista - MG Comunicação Empresarial

Sobre Jose Wilker

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário


Top