Limoeiro
+17...+28° C

Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Style2


Foto: Album da Família


Rio -  A estudante Carolina Fonseca Rosa, 18 anos, está desaparecida desde sexta-feira passada. Moradora do Bairro Paraíso, em Resende, interior do estado, a jovem fugiu de casa por volta das 11h da manhã, levando apenas uma mala de roupas, sem dizer para onde ia. No dia da fuga, apenas a empregada estava na casa e informou que a menina pegou um táxi.

Segundo parentes, a mãe da jovem recebeu a ligação de uma amiga de Carolina, informando que a jovem fugiu de casa com um homem que conheceu na internet. A mãe de Carolina, Márcia Fonseca, teria ligado para a filha, que disse estar no curso. Márcia foi até ao Centro de Resende, onde descobriu que Carolina não frequentava as aulas há uma semana.
Carolina e o suposto namorado teriam descoberto que a amiga havia contado toda a história para a mãe dela. A jovem teria entrado em contato com a amiga, dizendo que nunca mais falaria com ela. O rapaz teria pedido que Carolina jogasse o chip do celular fora para não ser rastreada. Desde então ninguém mais conseguiu contato com a jovem.

Segundo a amiga de Carolina, o homem seria de São Gonçalo, tem mais de 40 anos, pratica defesa pessoal e seria adepto do veganismo, filosofia de vida que valoriza os direitos dos animais. Os "vegans" seguem uma dieta que não inclui carne nem derivados de leite. O homem se chamaria Thiago e seria funcionário de uma editora. Márcio Kleber, tio de Carolina, contou que a menina sempre foi tranquila e nunca demonstrou insatisfação com a vida. No último mês teria parado de comer carnes e leite, mas não alterou seu comportamento. A jovem não trabalha e morava com o irmão e a mãe antes de sair de casa.

As últimas informações dão conta que ela foi vista na Rodoviária de Resende, na última sexta-feira, em companhia de um homem branco de aproximadamente 40 anos, que estaria trajando calça jeans, casaco verde e boné. Ontem, a mãe teve acesso às imagens das câmeras da Prefeitura de Resende. Ela reconheceu a filha no setor de embarque, pegando um ônibus para Volta Redonda.

O caso foi registrado na 89ª DP (Resende). O delegado Marcelo dos Santos Haddad deve ouvir, nesta quarta-feira, duas amigas da jovem para entender os motivos que levaram a jovem a sair de casa. Quem tiver informações, pode ligar para (22) 9231-3304 e (24) 8120-8002. Falar com Marcio Kleber, tio de Carolina.

Por Ricardo Albuquerque

Sobre Jose Wilker

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário


Top