Limoeiro
+17...+28° C

Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Style2

 O governador em exercício João Lyra Neto recebeu na noite desta quarta-feira (22) representantes do setor sucroalcooleiro na Sede provisória do Governo, no Centro de Convenções. Na pauta da reunião, que durou cerca de uma hora, os prejuízos causados pela seca nas regiões canavieiras da Zona da Mata pernambucana. Estudos realizados pelo setor indicam uma redução de 35% na safra 2012/2013 que causará um prejuízo estimado em R$ 500 milhões nos negócios da cana, além da dispensa antecipada de 45 mil trabalhadores.

O governador garantiu “total solidariedade” ao pleito do setor que é essencial à economia e a história do estado. “Essa cadeia tem 500 anos de história, não pode desaparecer assim”, justificou. “O problema tem pressa e por isso não podemos fazer as ações fora do tempo”, defendeu o governador ao garantir que analisará os pedidos do setor ainda este mês. As reivindicações estão div
ididas em duas pautas, uma capitaneada pela indústria e outra pelos fornecedores de cana.

O SINDAÇÚCAR, representado pelo presidente Renato Cunha, solicitou a articulação do Governo do Estado junto ao Governo Federal e ao Congresso Nacional no apoio a três propostas. A primeira delas é a redução do IPI do açúcar de 5% para 0% por um período de um ano. Outra demanda da indústria canavieira é a redução dos atuais 3,5% para 1% do INSS sobre o faturamento, à exemplo do que é praticado com a indústria têxtil. E por fim, a isenção ou redução do PIS e COFINS sobre o açúcar e etanol com aproveitamento dos créditos de mão-de-obra que hoje são vetados pela Receita Federal.

Já os fornecedores da cana solicitaram o apoio do Governo de Pernambuco no Programa de Manutenção da Atividade Canavieira (PROMAC). A ação prevê investimento emergencial de R$ 55 milhões para socorrer as regiões canavieiras da Zona da Mata. O programa está divido em duas frentes de atuação. A primeira envolve a construção de pequenas barragens na Mata Norte. O segundo braço de atuação prevê a distribuição entre os produtores de cana de kits contendo herbicidas, fertilizantes e mão-de-obra.

Presidente da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco, Alexandre Andrade Lima, avaliou a reunião. “Saio daqui muito satisfeito, inclusive com a forma como fomos atendidos”. Presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco, Júlio Zoé, também endossou a propriedade do pleito. “Esses insumos serão o combustível para que essa cadeia produtiva não desapareça”, disse ao ratificar que o investimento vai “salvar” o setor sucroalcooleiro.

A comitiva, composta por dez representantes, contou também com a presença do presidente do Sindicato dos Fornecedores de Cana de Pernambuco, Gerson Carneiro Leão. Os representantes do setor sucroalcooleiro vieram acompanhados dos deputados estaduais Aluisio Lessa, Waldemar Borges e Maviel Cavalcanti. Também estava presente na reunião o secretário o executivo da Casa Civil, Marcelo Canuto.
 
Por Governo de Pernambuco

Sobre Jose Wilker

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário


Top