Limoeiro
+17...+28° C

Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Style2

Cratera de quatro metros de profundidade está aberta na rua Joaquim Elias Albuquerque

A tentativa de solucionar um problema acabou gerando uma dor de cabeça maior para os moradores da Rua Joaquim Elias Albuquerque, no bairro de José Fernandes Salsa, em Limoeiro. Em dezembro, a prefeitura da cidade iniciou o processo de desvio de tubulações para o Rio Capibaribe, tentando evitar alagamentos durante o período de chuva. Mas, segundo os moradores, o trabalho foi interrompido 15 dias depois do início, e uma cratera de quatro metros de profundidade ficou aberta na rua. Há três dias, parte das calçadas começou a ceder, apavorando quem reside na via.
 “Eles começaram a obra, mas não tinham material para continuar. Então, ficaram fazendo bem devegar, parando sempre. No último sábado, a calçada da minha casa e da  vizinha cedeu de vez. Mais de oito metros”, reclamou a professor Elizandra Ribeiro, 38 anos. Segundo ela, outros imóveis próximos começaram a apresentar rachadura. “Estamos sem poder sair de casa. Meus filhos nem no portão chegam. Uma vizinha que tem uma filha com necessidades especiais não está podendo dar continuidade ao tratamento dela. Isso sem contar nos ratos que apareceram, que estamos sem água e sem esgoto”, afirmou.
 A reclamação dos moradores ainda é maior porque a prefeitura não estabeleceu um prazo para finalizar a reforma. “Chamamos, eles vêm, fotografam e pronto. Quando perguntamos, dizem apenas que vão concluir o serviço”, detalhou a professora.
Por DP

Sobre Jose Wilker

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário


Top