Limoeiro
+17...+28° C

Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Style2

Brasília - O senador Armando Monteiro (PTB), o deputado federal Jorge Côrte Real (PTB), e o presidente do Sindicato da Indústria do Gesso do Estado de Pernambuco (Sindugesso), Josias Inojosa Filho, foram recebidos nesta quarta-feira (14) pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Mauro Borges Lemos.

Segundo Armando, a reunião serviu para expor ao ministro as dificuldades do setor gesseiro por causa da crescente importação de produtos na área de gesso que se valem do frete marítimo, que é mais barato para entrar no mercado nacional.

Conforme Armando, o gesso do Araripe tem a desvantagem dos custos do transporte, por isso ele entende ser necessário pensar numa medida de política industrial que é a elevação de uma tarifa de importação, hoje muito baixa, e que precisa ser elevada de modo a assegurar a sobrevivência do setor gerador de emprego e renda à população.

“O setor gesseiro é o mais importante arranjo produtivo do semiárido nordestino. Portanto, precisamos apoiar esse setor que gera tantos empregos em Pernambuco”, disse Armando, que considerou a reunião muito positiva.

Pernambuco tem 97% das reservas de gipsita do Brasil. São quase 700 empresas entre minas, calcinadoras e fabricantes de artefatos de gesso. De acordo com Armando, o ministro deu a indicação de que, por meio da Camex (Câmera de Comércio Exterior), vai estudar esta medida.

Na foto, da esquerda para a direita: 
Hildeberto Alencar (diretor do Sindugesso), Josias Inojosa Filho (presidente do Sindugesso), Senador Armando Monteiro, Ministro Mauro Borges e deputado federal Jorge Côrte Real

Sobre Jose Wilker

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário


Top