Limoeiro
+17...+28° C

Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Style2

A força da juventude se fez presente em um grande bate-papo promovido pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe nesta quinta-feira (18). No encontro “Conversando com Pernambuco”, os candidatos Armando Monteiro (PTB/governador), Paulo Rubem Santiago (PDT/vice) e João Paulo (PT/Senado) apresentaram suas propostas para diversas áreas sociais e responderam questionamentos feitos pelos jovens sobre temas pertinentes à política e à disputa eleitoral deste ano. Saúde, educação, cultura, combate à violência, entre outros temas, também entraram na pauta da reunião.

Preocupada com a situação da saúde no Estado, Wedja Albuquerque indagou Armando sobre as propostas para o setor. O candidato ressaltou que vai investir na atenção básica, ampliando o número de médicos e humanizando os atendimentos. O petebista garantiu ampliar para 100% a cobertura do programa Saúde da Família. Ele também vai construir centros para realização de exames de imagens. “Vou instituir uma rede para cuidados do coração e do câncer e estimular as residências médicas e fixação dos profissionais de saúde no interior”, prometeu.

Morador da Mata Sul do Estado, o universitário Bruno questionou qual será a política do futuro governo do PTB para gerar empregos e oportunidades para a região. Armando destacou que vai implantar um novo polo industrial em Palmares, de modo a atrair indústrias para alavancar a economia da Zona da Mata. “Pernambuco tem que devolver o muito que deve à Zona da Mata”, enfatizou.

Ligado à cultura, o jovem Thiago Queiroz sublinhou que os últimos governos não deram a devida atenção ao segmento. Ele perguntou quais serão as políticas para o setor no governo Armando. O candidato a governador listou que vai estimular a produção da economia criativa, como o design, audiovisual, música e cinema; vai impulsionar a promoção do turismo cultural; vai reestruturar o aparato da Fundarpe; e vai ampliar os editais do Funcultura, que passarão a ser regionalizados. “Vamos valorizar os elementos da nossa cultura”, emendou Paulo Rubem.

Ressaltando a necessidade de Pernambuco eleger um governador que tenha um perfil de assumir os desafios do Estado, o jovem Júlio César questionou a chapa majoritária a necessidade de escolher um governador que tenha traquejo político. Armando colocou que Pernambuco precisa de alguém que tenha capacidade de articulação, que tenha liderança, visão estratégica e que saiba mobilizar a sociedade para os interesses comuns. “Pernambuco precisa de alguém que reúna esses atributos”, concluiu.

Sobre Jose Wilker

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário


Top