Limoeiro
+17...+28° C

Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Style2

Na noite do dia 29 de janeiro, no auditório da FACAL – Faculdade de Ciências Aplicadas de Limoeiro, o prefeito Thiago Cavalcanti realizou duas importantes reuniões. A primeira, na presença de secretários, diretores, vereadores e imprensa local, Thiago divulgou a ordem de serviço para a construção de duas grandes obras ligadas à saúde. 

As obras avaliadas em mais de R$ 1,5 milhão, provindos de uma parceria com o Ministério da Saúde, serão construídas no bairro Otácio de Lemos, ao lado da Academia da Cidade. Um novo CAPS – Centro de Assistência Psicossocial será erguido, onde atenderá dependentes químicos e também dependentes de drogas psicotrópicas. Atualmente, esses usuários do serviço só podem ficar em acompanhamento por oito dias, por isso a secretaria municipal de Saúde conseguiu a aprovação da construção da Unidade de Acolhimento que ficará ao lado do novo CAPS. Após o término das obras, a unidade poderá acolher um número maior de pacientes, além de acomodá-los por até 30 dias e disponibilizar tratamentos por 24h.

Segundo Thiago Cavalcanti, o recurso de 20% já está depositado em conta. “A Saúde do nosso município vem conquistando vários prêmios e reconhecimentos, a exemplo da saúde bucal e prêmio de resolução dos PSF’s. Agora, conseguimos através do projeto a construção dessas duas unidades que irão beneficiar ainda mais a população que necessita desse tipo de serviço. Ano passado, o CAPS de Limoeiro foi referência nacional pelo programa Todos Contra o Crack. A medida que as obras forem avançando e cumprindo cada etapa, novos recursos serão liberados ”, disse o prefeito.

Após a coletiva de imprensa, o prefeito se reuniu com mais de 150 alunos para discutir sobre a parcela de contribuição no transporte dos universitários com destino a capital pernambucana. Segundo o gestor municipal, após o aumento do repasse por parte da prefeitura, o valor pago pelos alunos cairá para menos da metade do que atualmente pagam. “Antes, a prefeitura ajudava com R$ 50 por aluno, enquanto o estudante completava a mensalidade com aproximadamente R$ 250. Com a nova ajuda de custo, cada aluno poderá ter em média uma economia de até R$ 1.800 anual. Vamos continuar trabalhando para no futuro garantir todo o valor da mensalidade, pois, no momento, não temos carros disponíveis para Recife”, finalizou Thiago.

Sobre Jose Wilker

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário


Top