Limoeiro
+17...+28° C

Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Style2

Já foi comprovado cientificamente que muitos vegetais têm a maior concentração de suas vitaminas e fibras em partes que, na maioria das vezes, são descartadas durante preparo. E uma memória muito comum entre as pessoas é o antigo costume dos familiares de criar inúmeras receitas com as cascas dos alimentos.

O velho hábito já virou até moda em restaurantes mais sofisticados: é um interessante desafio para os chefes de cozinha fazer com que as cascas, os talos e as sementes sejam saboreados na alimentação e tornem pratos cada vez mais saudáveis.

Mas essas experiências não precisam ficar restritas aos grandes chefes, em casa também é possível criar! Com o objetivo de inovar as receitas de sopas, bebidas e doces, muitas marcas especializadas em utensílios de cozinha, que já desenvolvem seus artigos visando o bem estar dos seus usuários, têm criado eletroportáteis bem modernos que trituram alimentos inteiros para que você possa turbinar suas receitas.

Apesar de tudo isso, muitas pessoas ainda deixam de lado as cascas por conta dos agrotóxicos, mas é importante saber que não é possível eliminá-los totalmente só desfazendo-se das cascas e talos. Lavar os alimentos antes do consumo é muito importante e pode retirar o excesso das substâncias, mas jamais os eliminará por completo.

Não é comum ver alguém preparando alguma receita utilizando cascas de kiwi, cebola ou banana, mas todos essas partes dos alimentos contém nutrientes e podem se tornar receitas saborosas.

A casca da cebola, por exemplo, tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes e seu preparo mais comum é em sopas e caldos. Também por uma questão de textura, é recomendável que a casca seja muito bem triturada com a cebola.

A casca da banana, por outro lado, protege os olhos e pode combater a catarata. Existem inúmeras receitas de bolos, tortas, doces e até bife feitas somente com a com essa parte poderosa da banana.

O kiwi também é um poderoso antioxidante, mas a sua casca tem três vezes mais antioxidantes do que a polpa. As receitas mais comuns são de sucos, que não têm o sabor tão diferentes do suco feito com a poupa da fruta, caso a casca seja bem triturada. 

Apesar de ser mais comum receitas com as cascas de berinjela e batata, é importante frisar que elas são riquíssimas em vitaminas. No caso da casca da batata, pode haver mais vitamina C do que em uma laranja inteira. Já a berinjela é muito rica em magnésio e potássio.

Possibilidades não faltam, é só deixar a criatividade fluir e criar pratos saborosos, econômicos e muito saudáveis.

Sobre Jose Wilker

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário


Top